Transformação digital no mercado financeiro: 5 ferramentas essenciais

em Tendências.

transformação digital no mercado financeiro é visível para a maioria das pessoas. Esse setor, que engloba bancos, agências de câmbio e investimentos, além de novos modelos de negócios, tem se esforçado para acompanhar a evolução tecnológica.

O estudo The 2016 Digital Business Global Executive Study and Research Report, conduzido pela Deloitte em nível global, oferece percepções reveladoras. A consultoria diz que as prestadoras de serviços financeiros são as que mais alavancam tecnologias digitais atualmente.

Na prática, as organizações do mercado financeiro estão fazendo investimentos significativos para melhorar a experiência e o envolvimento de seus clientes. Elas desenvolvem novos produtos e capacidades digitais em uma velocidade impressionante.

Segundo os pesquisadores da Deloitte, 93% dos gestores do segmento concordam fortemente que o objetivo de suas estratégias digitais é melhorar o atendimento ao consumidor.

Mesmo assim, como nos demais segmentos, ainda há bastante o que avançar. A pesquisa também mostrou que a maioria dos funcionários das instituições financeiras pesquisadas não acredita que suas empresas estejam prontas para a transformação.

Apenas 46% dos entrevistados concordam que suas organizações estão se preparando adequadamente para o digital, um índice levemente melhor do que os 44% que pensavam assim no ano anterior.

De qualquer forma, o que os bancos e demais empreendimentos do segmento estão fazendo nada mais é do que aproveitar a tecnologia ao máximo para potencializar resultados.

Com ferramentas que possibilitam, por exemplo, realizar cobranças via SMS, e-mail, push etc., essas organizações conseguem reduzir custos e aumentar a efetividade das ações. Se antigamente era preciso gastar milhões em telefonia, hoje é possível automatizar esse processo e economizar com atendentes.

A transformação digital no mercado financeiro também vem contribuindo para evitar erros — ligar para cobrar quando um cliente já pagou a conta, por exemplo. Isso porque as atualizações dos dados acontecem em tempo real e as aplicações inteligentes agem sem a necessidade de intervenção humana.

Ferramentas essenciais para a transformação digital 

Um dos desafios enfrentados pelos gestores de TI e negócios no setor de finanças é encontrar soluções digitais que atendam aspectos básicos, como o relacionamento com consumidores.

Isso porque é preciso ser suficientemente inovador e, ao mesmo tempo, garantir redução de custos e diminuição das complexidades de infraestrutura de TI.

A boa notícia é que já estão disponíveis inúmeras ferramentas que podem potencializar a transformação digital. Algumas já são bem conhecidas, outras, estão sendo mais exploradas e difundidas agora:

  1. E-mail marketing (novas estratégias)

Com a ascensão do marketing digital, estratégias de e-mail marketing estão sendo empreendidas por empresas do mercado de finanças. E os benefícios disso são cada vez mais visíveis.

Utilizando plataformas de e-mail marketing e inserindo nelas metodologias inovadoras, é possível, por exemplo, enviar conteúdo sob medida para cada tipo de público. E, a partir de uma segmentação mais certeira, também se torna mais fácil coletar feedbacks que possam auxiliar o ajuste de produtos e serviços — o que eleva a inteligência de mercado e proporciona outros meios de fechamento de negócios.

O e-mail marketing, quando utilizado da maneira certa, ajuda a reduzir custos de atendimento, amplia o alcance de leads, prospects e clientes e, sobretudo, facilita a mensuração de resultados.

Com essa estratégia, todo o processo de apresentação de um novo produto ou serviço, por exemplo, é automatizado. Assim, é possível testar possibilidades (abordagem, conteúdo, a oferta em si etc.) e ajustá-las, em tempo hábil, conforme os retornos.

  1. Canais digitais de atendimento

Mais conectados e sendo o tempo todo abordados por diferentes marcas, os consumidores de serviços financeiros querem ter meios para se comunicar com seus fornecedores diretamente de seus dispositivos móveis.

E com a tecnologia digital, isso é cada vez mais simples. É possível, por exemplo, disponibilizar chats online, aplicações do tipo assistente online, usar serviços de mensagens eletrônicas instantâneas etc.

Obviamente, é importante que as opções de atendimento considerem os diversos tipos de públicos. Pessoas mais idosas terão mais dificuldade para lidar com aplicativos de mensagens rápidas. Já os mais jovens podem se sentir satisfeitos podendo se comunicar por meio das redes sociais, e assim por diante.

  1. Aplicativos próprios

Uma outra tática que demonstra claramente a transformação digital no mercado financeiro é a criação de aplicativos próprios.

Há instituições bancárias que já permitem que seus clientes façam transações diversas (consultas, transferências, pagamentos, etc.) em um aplicativo próprio. Essa é uma comodidade importante especialmente para os chamados Millennials — nascidos a partir de 1990 e que agora chegam à idade adulta.

Por meio de APIs modernas, essas aplicações móveis podem interagir diretamente com os sistemas da empresa — as APIs fazem a interface entre diferentes aplicativos ou plataformas.

Mais que isso, também é possível entregar aos clientes aplicativos que os ajudem a ter mais controle de suas finanças. Há empresas que fornecem, por exemplo, aplicativos com dicas e simulações de investimentos e acompanhamento de variações cambiais.

  1. Big Data 

As soluções baseadas em Big Data também são muito utilizadas pelos empreendimentos do mercado financeiro. Por meio delas, um número exponencial de dados pode ser organizado e analisado em questão de segundos.

É com plataformas de Big Data que os bancos conseguem, por exemplo, mapear o comportamento de seus clientes em redes sociais, transações financeiras, compras etc.

Os dados coletados por meio de aplicações que atuam com análises preditivas, prescritivas, descritivas etc. se transformam em insumos para decisões estratégicas. Entregar serviços sob medida, entre outras vantagens, se torna muito mais fácil e eficaz.

  1. Bancos de dados inteligentes

Famosa por ser a tecnologia que dá suporte para a transação do Bitcoin, 2017 foi o ano do blockchain — uma espécie de banco de dados distribuído.

A tecnologia blockchain é uma ferramenta muito atraente para as instituições do mercado financeiro, pois ela oferece transparência, segurança e reduz os custos de transações. Os bancos estão trabalhando para aumentar a eficácia dos pagamentos peer-to-peer, e o blockchain pode ser a base desse sistema.

As tecnologias baseadas podem facilitar a transferência de ativos entre os consumidores. Os sistemas fundamentados nelas, facilitam a adição de camadas de segurança para sistemas de pagamentos, por exemplo.

Ao adicionar uma camada de confiabilidade aos sistemas de pagamento usando blockchain, os bancos podem aumentar a confiança dos consumidores em sua capacidade de oferecer serviços sem a necessidade de comparecimento em agências.

Quer saber mais sobre as soluções da Locaweb Corp? Acesse nosso site!