Saiba como gerar a expansão de negócio em 6 passos

em Tendências.

Com o objetivo de alcançar novos consumidores e ampliar as margens da empresa, muitos gestores quebram a cabeça em busca de caminhos para a expansão de negócio. Nem sempre é fácil escalar uma ideia, e o planejamento é fundamental para o sucesso dessa empreitada.

Seja com a abertura de novas unidades ou com a adoção de um modelo de franquias, é essencial preparar a empresa para esse momento de transformação. Pensando nisso, elaboramos neste artigo 6 passos importantes para quem pretende expandir o negócio e maximizar o sucesso do empreendimento. Boa leitura!

  1. Avalie o momento certo para crescer

O primeiro passo para o crescimento sustentável de uma empresa é saber qual é o momento certo para essa expansão. E essa oportunidade pode se manifestar de formas diferentes, dependendo do tipo de público e do mercado de atuação do negócio.

Além disso, também deve ser levado em consideração o quão confortável o empreendedor se sente em relação aos riscos da expansão de negócio.

Se a postura da gestão é mais conservadora, é provável que a empresa só comece a buscar uma expansão quando estiver com uma situação financeira favorável e não conseguir atender toda a demanda dos seus produtos no mercado.

Já em startups e modelos de negócio inovadores, é comum que os empreendedores assumam mais riscos e busquem crédito para crescer mesmo quando a empresa ainda não equilibrou as contas, com base apenas em projeções futuras e expectativas de demanda.

  1. Faça uma análise SWOT da expansão

A análise SWOT é uma ferramenta que pode ser utilizada em diversos momentos do planejamento estratégico de uma empresa, incluindo na avaliação de uma oportunidade de expansão.

A sigla vem do inglês Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças). No Brasil, ela também é chamada de análise FOFA.

Uma matriz SWOT consiste em um quadro em que serão listadas as Forças, as Oportunidades, as Fraquezas e as Ameaças que envolvem o projeto de expansão. E, neste caso específico, esses elementos poderiam ser melhor descritos da seguinte forma:

  • Forças são as vantagens competitivas e o que a empresa faz de melhor;
  • Oportunidades são as possibilidades de expansão e os resultados esperados;
  • Fraquezas são as atividades que afastam a empresa daquilo que ela faz de melhor;
  • Ameaças são os obstáculos legais e estruturais do projeto, além de possíveis concorrentes;

A análise SWOT é uma ferramenta visual. Quando está preenchida, permite que a gestão enxergue o conjunto de fatores que envolvem a expansão do negócio e tome a melhor decisão a partir desse diagnóstico sistêmico.

  1. Descubra o modelo de expansão ideal para o seu negócio

Antes de iniciar o caminho da expansão do negócio, é preciso entender qual deles é o ideal para a empresa.

E, para isso, é fundamental conhecer como funciona cada uma das opções disponíveis. O modelo de franquias, por exemplo, consiste em permitir que outros empreendedores abram unidades de negócio de uma determinada empresa, adotando seus processos e, o mais importante, sua marca. É o formato utilizado com sucesso pelo McDonald’s e pelo Burger King, gigantes do setor de fast-food.

Já o método de abrir novas unidades envolve assumir todos os riscos desse tipo de empreendimento, incluindo o investimento financeiro, o que pode fazer com que a expansão seja mais lenta. Para colocar uma filial da organização em operação, o esforço é similar ao de abrir a primeira: é preciso avaliar o ponto, construir estruturas físicas e treinar equipes.

Mas mesmo com todos esses desafios envolvidos, empresas como o Starbucks e o Walmart construíram impérios globais nesse modelo.

E, por fim, a fusão e aquisição de concorrentes pode ser uma maneira eficiente de maximizar a operação, levando junto uma fatia de mercado consumidor. Mas o principal desafio aqui é harmonizar o potencial das duas empresas com suavidade, evitando prejuízos causados pelo choque entre duas culturas organizacionais diferentes.

Mesmo que as empresas continuem existindo após a fusão ou a aquisição, é esperado que, pelo menos, a parte administrativa seja integrada, portanto é necessário planejar com cuidado como será a condução desse processo.

  1. Amplie sua presença online

Uma outra forma de alcançar a expansão do negócio é direcionando investimentos em estratégias online.

Essa etapa é especialmente importante para empresas tradicionais que oferecem produtos e serviços físicos e precisam se adaptar aos novos comportamentos dos consumidores e às alterações na forma em que suas ofertas são consumidas.

Porém, mesmo empresas que já nasceram online e desde o começo utilizam a tecnologia como base para os seus negócios, devem se manter atualizadas e enxergar formas constantes de expansão online. O público que consome em meios virtuais está em pleno desenvolvimento, e os negócios que não crescem junto estão perdendo oportunidades e, proporcionalmente, encolhendo.

A dica aqui é investir em tendências como o marketing de conteúdo, aplicativos para smartphones, chatbots, vídeos e, claro, uma identidade digital marcante nas redes sociais.

Portanto, é preciso ficar atento às tendências e sempre investigar maneiras de ampliar a presença online.

  1. Invista em novas tecnologias

investimento em novas tecnologias é parte essencial da expansão de um negócio. Para escalar a operação com custos reduzidos e otimizar a produtividade, é muito importante contar com soluções e ferramentas de vanguarda, que proporcionem ganhos visíveis na geração de valor.

Muitas vezes, basta uma atualização no maquinário de uma empresa para que ela consiga aumentar sua capacidade produtiva e, com isso, atenda melhor às demandas do seu mercado.

No entanto, quando o objetivo da gestão é uma expansão maior do negócio, o investimento em tecnologia se torna ainda mais importante. É um desperdício gastar recursos com uma infraestrutura de uma nova unidade que já nasceria obsoleta.

Idealmente, a empresa deve aproveitar o momento para criar uma base tecnológica sólida a fim de que a expansão prospere e tenha espaço para crescer.

Uma dica aqui é adotar sempre soluções de TI escaláveis, como sistemas na nuvem, que permitem que a operação se adapte de forma dinâmica à demanda, sem a necessidade de investir quantias maiores para reestruturar a infraestrutura de TI em cada aumento repentino do mercado consumidor.

  1. Capacite sua equipe

Por fim, é crucial para qualquer operação de expansão de negócio um investimento na capacitação da equipe. E ele não deve ser feito apenas no momento da ampliação, mas sim o tempo todo.

É preciso preparar os melhores colaboradores para assumir funções de liderança na expansão da empresa, seja ela uma nova filial, um sistema de franquias ou uma aquisição. Com um time de alto nível e pronto para assumir responsabilidades, o empreendimento não sofrerá com escassez de talentos na hora de crescer.

Com a expansão do negócio é possível, então, escalar a operação. E as etapas citadas neste texto explicam como isso pode ser feito.

E agora que você já sabe como fazer a expansão de negócio, quer aprender mais sobre gestão, tecnologia e sistemas escaláveis? Acompanhe nosso FacebookLinkedInYouTube e Instagram para ficar por dentro dos melhores conteúdos sobre esses assuntos!