Por que a escalabilidade na análise de dados é importante?

em Tendências.

Nos dias de hoje, o segredo do sucesso das empresas são as informações. Acompanhar o comportamento dos clientes, prever tendências e conhecer seu desempenho real são atitudes fundamentais para qualquer negócio. No entanto, muitos gestores ainda duvidam da importância da escalabilidade na análise de dados.

Diversas ferramentas permitem coletar, organizar, reunir e interpretar dados, transformando-os em informações. Alguns exemplos são o Business Intelligence (BI), o big data, o data mining (mineração de dados) e a inteligência competitiva.

O problema é que agora há um número enorme de dados, tornando o processo mais complexo. Essa situação compromete a tomada de decisão e pode trazer prejuízos às organizações.

Neste post, vamos entender melhor o que é a escalabilidade e qual é a sua importância no contexto corporativo. Também indicaremos os riscos da análise excessiva de dados e os benefícios que podem ser alcançados ao saber tratá-los corretamente.

Então, vamos lá?

A importância da escalabilidade na análise de dados

O conceito de escalabilidade remete a uma característica que todo sistema, rede ou processo tem ou deveria ter. Essa palavra assinala a capacidade de crescer ou de manejar uma quantidade crescente de trabalhos de modo padronizado.

Em relação aos dados que as empresas manuseiam diariamente, a escalabilidade ajuda a lidar com esse grande número de informações, oferecendo o tratamento adequado a fim de que se tornem realmente relevantes para o negócio.

Segundo apresenta o site Convergência Digital, uma pesquisa feita pela KPMG Capital indicou que 99% dos gestores de empresas sabem que a análise de dados é importante para o empreendimento. Mesmo assim, 75% deles acham essa avaliação muito complexa.

Ainda há 85% dos gestores com dificuldades de analisar e interpretar os dados coletados. E 54% admitem que a incapacidade de compreender quais informações são relevantes é o principal obstáculo na hora de implantar uma estratégia de big data.

Essa pesquisa deixa claro que trabalhar os dados é imprescindível para tomar decisões mais acertadas. Surge um dilema nesse momento. Ignorar as informações não é recomendado, porque a empresa perde competitividade perante a concorrência. Porém, ter milhares delas disponíveis pode fazer com que você se perca e não enxergue qual é o melhor caminho a seguir.

O risco de analisar dados em excesso

De modo geral, as empresas contam com um número muito grande de dados e boa parte deles (ou quase todos) não são transformados em informação. Em outras palavras, não é feita uma interpretação adequada, que subsidie a tomada de decisão.

Nesse contexto, o primeiro passo é ter consciência de que um volume maior de dados nem sempre é benéfico. Eles só geram valor quando podem ser interpretados e têm utilidade para o negócio, seja na decisão, seja no aprendizado ou criação de conhecimento.

Porém, o que são dados em excesso? São todas as informações não fazem parte do core business. Portanto, é necessário avaliar aquilo que tem relação com as atividades centrais da sua empresa. Caso contrário, podem ser ignorados.

Se você não optar por isso, poderá ter prejuízos com a criação de estratégias erradas, tomadas de decisão equivocadas e até mesmo problemas legais, dependendo do tipo de informação utilizada.

Os benefícios da escalabilidade na análise de dados

A escalabilidade apresenta diversas vantagens para as empresas que adotam essa prática. Além de ser mais preciso em suas ações, você ainda consegue ter os seguintes benefícios:

Agilidade maior no processo de análise

Os dados estão em constante mudança, assim como as prioridades e demandas dos consumidores. A escalabilidade permite que o processo de análise seja ajustável e ágil. Assim, você assegura decisões condizentes com o momento atual da empresa.

Garantia de dados concretos

A competitividade do mundo corporativo exige tomadas de decisão rápidas, que só são precisas se você usar como base os dados concretos. Eles reduzem as chances de erros e impedem a realização de investimentos maldirecionados.

É importante mencionar que os dados são mais tangíveis por serem coletados por meio de dispositivos e ferramentas tecnológicos, que asseguram o rigor do processo.

Possibilidade de tomar decisão rapidamente em momentos de emergência

Algumas situações exigem uma tomada de decisão bem rápida. É o caso dos momentos de emergência, como uma crise de imagem. Nesse cenário, a análise de dados é ainda mais relevante.

Você já imaginou, por exemplo, se vazam todos os dados e senhas da base da empresa? Em um cenário como esse, é preciso definir quais providências seguir. Sua empresa vai fazer uma retratação? Vai bloquear o acesso ao site temporariamente? Ou vai tomar outras atitudes?

Com a análise de dados, junto à escalabilidade, há a possibilidade de definir as estratégias adequadas de acordo com o perfil de consumidor e ainda pode acompanhar a opinião do público-alvo para saber se é preciso atuar de modo enérgico a fim de evitar prejuízos maiores.

Potencial para obter informações relevantes

A escalabilidade oferece às empresas um grande potencial, principalmente aquelas que atuam no ambiente online (de forma exclusiva ou não). Com os dados coletados, você tem uma ideia clara de público-alvo, concorrência, mercado etc.

No entanto, os dados ignorados podem ser aproveitados em um segundo momento por meio da técnica do data exhaust. Aqui, o objetivo é analisar informações relevantes que não eram observadas no início, mas que podem ser utilizadas pela empresa.

É o caso de um banco que descobre que a maior parte de seus correntistas usa canais eletrônicos ao fazer as transações. Assim, a instituição pode fortalecer seu relacionamento compreendendo melhor seu contexto.

Facilidade para alcançar os objetivos

O alcance do sucesso é uma tarefa difícil, mas que pode ser simplificada pela análise de dados. Práticas como BI e big data, por exemplo, permitem que sua empresa use dados históricos e tendências a fim de fazer previsões. Ou seja, subjetivismo e opiniões pessoais são deixados em segundo plano.

Essas ferramentas ainda possibilitam fazer conexões entre itens aparentemente desconectados, o que gera novos insights aos gestores e permite que eles criem uma estratégia que tem mais chances de sucesso.

E você, já usa a escalabilidade na análise de dados ou ainda precisa implementar essa ideia no seu negócio? Aproveite as dicas e comece agora! Se gostou deste conteúdo, compartilhe-o nas suas redes sociais.

 

Quer saber mais sobre as soluções da Locaweb Corp? Acesse nosso site!.