Mitigação de riscos: saiba como fazer na sua empresa!

em Tendências.

Lidar com riscos faz parte da rotina de qualquer empresário. Apenas para citar alguns exemplos, existe o risco de o cliente atrasar o pagamento, de a sua equipe não entregar o projeto no prazo ou até mesmo de um funcionário pedir demissão. Mas também existe uma estratégia para minimizar os perigos, e ela é conhecida como mitigação de riscos.

Neste artigo, vamos entender exatamente o que é a mitigação de riscos, quais são os seus benefícios e como colocá-la em prática a favor do seu negócio. Acompanhe!

O que é mitigação de riscos?

Quando falamos em riscos que possam trazer prejuízos, algumas atitudes que podemos ter a respeito deles são aceitar, evitar, transferir e mitigar.

Aceitar um risco é saber da sua existência, mas deixar para decidir como lidar com ele apenas quando ocorrer.

Evitar um risco consiste em alterar determinadas ações para que qualquer tipo de exposição ao risco seja prevenido.

Já a transferência de risco ocorre quando as responsabilidades são passadas para outra pessoa ou entidade quando o risco se concretiza.

E a mitigação de riscos nada mais é que colocar em prática um plano de ação para minimizar a ocorrência de efeitos adversos.

No contexto empresarial, essa estratégia está relacionada à redução dos erros operacionais e à administração dos riscos para diminuir o impacto deles sobre o negócio, caso venham a ocorrer.

Devido à natureza incerta dos riscos, nem sempre conseguimos acabar com eles por completo. Por isso, a função de um plano de mitigação de riscos é permitir que a empresa esteja preparada para certas ameaças que não são possíveis de eliminar.

Quais são os benefícios da mitigação de riscos?

1. Redução de custos

Quando uma empresa consegue reduzir ao máximo a ocorrência de falhas e imprevistos e contar com estratégias como um plano de recuperação de desastres, seus processos se tornam mais eficientes. Dessa forma, problemas como o desperdício de recursos são identificados com mais facilidade e a organização se beneficia com a redução de custos.

2. Maior competitividade

À medida que a organização investe na mitigação de riscos, está investindo também em garantir que os clientes tenham as suas necessidades atendidas com o melhor que a empresa pode oferecer. Isso demonstra a preocupação dos responsáveis pelo negócio com a reputação da marca.

Consequentemente, a empresa transmite confiança e credibilidade aos consumidores e potenciais clientes, o que aumenta consideravelmente o seu valor competitivo no mercado.

3. Identificar fraquezas antes da ocorrência de eventos adversos

Em empresas que reprimem o diálogo sobre riscos, geralmente as fraquezas só são expostas quando algum membro de cargo superior consegue identificá-la — ou pior —, quando algum evento adverso acontece.

Por outro lado, uma empresa que tenha a cultura de gerenciamento de riscos permite que os funcionários falem sobre esses imprevistos e sobre as fraquezas do empreendimento de uma maneira mais aberta. É uma ótima oportunidade para os superiores conseguirem insights que provavelmente não teriam sozinhos e tomarem decisões mais acertadas.

Sendo assim, se deseja diminuir os efeitos que as fraquezas da sua empresa podem provocar, o que você precisa é colocar em prática um plano de mitigação de riscos.

Como colocar a mitigação de riscos em prática na sua empresa?

1. Diagnóstico

Faça uma análise interna da sua empresa para identificar quais são as áreas mais expostas a riscos. Em geral, os setores mais afetados são aqueles que lidam com pessoas ou movimentam a maior parte da receita — setor de compras, financeiro, marketing, vendas e recursos humanos.

Em seguida, verifique quais são os processos mais sujeitos a falhas ou que possam estar mal dimensionados. Se ficar claro que um processo causa um impacto negativo nas operações da empresa, é justamente nele (e no seu respectivo setor) que vamos trabalhar nas próximas etapas.

Lembre-se de que o sucesso de um plano de mitigação de riscos depende da participação dos colaboradores, independentemente da hierarquia. Portanto, esse diagnóstico precisa levar em consideração todos os níveis da estrutura da empresa, sem conceder nenhum tipo de privilégio aos cargos mais altos.

2. Mapeamento dos riscos

Mapear os riscos é uma forma de se antecipar aos imprevistos.

Com base nos erros e outros problemas expostos na fase de diagnóstico, é possível identificar quais potenciais riscos eles podem trazer. Liste esses riscos e atribua a eles uma probabilidade de ocorrência, informando também o quão grave o seu impacto poderia ser para o negócio.

Assim, você será capaz de priorizar a mitigação de riscos, o que nos leva ao plano de ação.

3. Elaboração do plano de ação

É nessa fase que definimos as ações de mitigação de riscos na prática. Entre as estratégias recomendadas, podemos incluir:

  • aprimoramentos nos processos operacionais;
  • implementação de novos sistemas de segurança para proteger as informações e o patrimônio da sua empresa;
  • substituição ou compra de novos equipamentos;
  • atualização do código de conduta da organização;
  • contratação de uma consultoria especializada em mitigação de riscos;
  • adoção de novas tecnologias para facilitar a tomada de decisão, como soluções de Big Data.

4. Análise dos resultados

Por fim, precisamos avaliar se os riscos estão sob controle e se as práticas definidas no passo anterior estão surtindo efeito. Acompanhe a implementação dessas ações e avalie a capacidade delas em mitigar os riscos.

Para tornar essa etapa mais eficiente e melhorar a sua gestão de riscos, procure criar um modelo de governança corporativa para supervisionar essas atividades.

Portanto, em vez de temer os riscos, que tal utilizar medidas que sejam realmente capazes de manter essas ameaças sob controle? Ao deixar os seus colaboradores preparados para agir da melhor maneira quando esse tipo de imprevisto ocorrer, evitam-se atitudes desesperadas e contratempos com os seus clientes.

Assim, sua empresa estará apta a reverter situações ruins — uma enorme vantagem competitiva que certamente a destacará frente aos concorrentes.

Quer saber mais sobre as soluções da Locaweb Corp? Acesse nosso site!