7 passos essenciais antes de fazer a migração para nuvem

em Tendências.

Você com certeza já vem pensando em migrar serviços de sua empresa para a nuvem há algum tempo, não é verdade? As vantagens operacionais e a redução de custos notável da solução estão tornando esse movimento quase que obrigatório para quem quer se manter competitivo no mercado.

Mas o desafio é: como migrar sem sustos, retrabalho ou desperdício de dinheiro? Neste artigo, respondemos algumas das dúvidas mais comuns sobre o assunto e mostraremos um guia dos 7 passos essenciais antes da migração. Confira:

Entendendo a nuvem

Antes de começar a planejar uma migração para nuvem, um dono ou diretor de empresa precisa entender o que é exatamente a nuvem (ou  cloud computing)e como ela funciona!

Ao contrário do que muitos empresários pensam quando começam a pesquisar sobre o assunto, a nuvem vai muito além do armazenamento remoto de arquivos. As transformações que sua implementação causa no setor de TI da empresa são profundas e muito benéficas para a empresa.

Com o aumento da disponibilidade de conexão e a sofisticação de serviços terceirizados de provedores de nuvem (também chamados de CSPs), a cloud computing se transformou em uma solução integrada que envolve armazenamento, computação remota, virtualização de sistemas, segurança de dados entre outros.

Dependendo do tipo de serviço escolhido, hoje é possível substituir completamente a infraestrutura tecnológica de uma empresa para a nuvem sem perda de produtividade e controle.

A importância de fazer essa migração

Mas por que tantas empresas estão aderindo à cloud computing? Qual é a grande vantagem dessa tecnologia?

O ganho mais direto do investimento em nuvem é a redução de custos operacionais, eliminando gastos com manutenção de equipamento, atualização de infraestrutura e horas de trabalho em rotinas que podem ser automatizadas, como o backup de dados, além do alto valor de investimento realizado na compra de equipamentos.

No entanto, além disso, o grande trunfo da nuvem é tratar a estrutura como serviço, movimento no mundo inteiro chamado de IaaS (Infrastructure as a Service). Ao tirar da equipe de TI o peso de manter um sistema próprio, a empresa ganha mais agilidade para criar estratégias de negócio e focar o trabalho desses profissionais em inovação.

A nuvem é um suporte para empresários que precisam de capacidade de manobra, tanto para sobreviver em períodos de crise quanto para aproveitar oportunidades de crescimento.

Os 7 passos essenciais antes de fazer a migração para nuvem

Já discutimos o quanto é importante tomar essa atitude o mais cedo possível para acompanhar o mercado com competitividade, mas como migrar da forma correta?

Mergulhar de cabeça na nuvem nunca é a estratégia mais acertada. Para garantir que ela te trará a economia de gastos e transformação operacional que você busca, é preciso muito planejamento, pesquisa e metas bem definidas:

1. Crie um planejamento de solução e implementação

Você com certeza não faz nenhuma mudança na sua empresa sem o devido planejamento e, no caso da nuvem, ele será ainda mais necessário. Dependendo do que você espera da solução, o processo pode ter várias etapas, simples porém numerosas, e não dá para trilhar esse caminho sem um mapa.

Comece identificando suas necessidades e pesquisando quais serviços atendem a elas da forma mais otimizada possível, aliando a melhor oferta ao melhor preço.

Quando sua estratégia estiver traçada, é hora de definir o que migrar. Depois de concluir todas essas definições, comece o planejamento de execução do seu plano. É recomendado que esse processo seja feito em etapas, com metodologias e metas bem definidas. Peça ajuda do seu time de TI para garantir que o plano vai funcionar.

2. Escolha o modelo de nuvem ideal para a sua demanda

Como dissemos, existem diversos modelos de nuvem, com escopos, estratégias e soluções diferentes. Busque aquele que melhor atende ao que você precisa e preste muita atenção nas certificações de segurança.

Bons serviços de outsourcing têm um grande foco em proteger suas informações e essa deve ser uma busca constante para evitar problemas graves envolvendo seus dados no futuro.

3. Levante mudanças estruturais de TI

Como se trata de uma mudança profunda de infraestrutura e dinâmica de trabalho, a migração para nuvem pode significar uma reformulação completa em como a TI da sua empresa irá atuar.

Converse com seus funcionários sobre o assunto. Caso tenha um CIO, coloque-o a cargo dessas mudanças. Se a função for sua, é hora de mais planejamento.

Em especial os equipamentos que ficaram obsoletos, como servidores próprios e computadores mais potentes que não são necessários na escolha por virtualização, podem ser reaproveitados em outras funções ou até vendidos para um ganho extra de capital.

4. Treine a equipe para utilizar o novo sistema

Para lidar com tantas mudanças e uma nova rotina de trabalho, o ideal é que a equipe seja treinada antes da implementação do sistema, para que eles possam aproveitar os benefícios da nuvem desde o Dia 1.

E esse treinamento não se limita ao time de TI. Todo o corpo de funcionários será afetado pela migração de alguma forma, seja utilizando o sistema ou apenas acessando arquivos. Portanto, prepare toda a empresa para otimizar sua produtividade com a cloud computing — inclusive você!

5. Crie termos de uso

Para que a nuvem seja uma solução e não um problema, o controle de acesso deve ser bem planejado antes da implementação.

Os termos de uso são um documento onde se define práticas recomendadas, credenciais e regras para a visualização e edição de dados. Dessa forma, fica mais fácil monitorar o sistema e garantir a produtividade da empresa.

6. Faça testes de implementação

Como você já deve ter percebido, a migração para nuvem é simples quando bem planejada. Uma das etapas que você deve adicionar ao seu plano para eliminar qualquer chance de erro é a fase de testes de implementação.

Para cada passo que você definiu na sua estratégia, peça para a equipe de TI analisar as mudanças em um ambiente controlado e apenas execute o plano quando não houver erros.

7. Busque ajuda especializada

Quando você se prepara seguindo todos esses passos, a implementação é rápida e sem muita margem para erros. Mas se você quer simplificar ainda mais a migração e garantir que nada vai tirar seu sono nas próximas semanas, o outsourcing do gerenciamento de cloud computing pode ser a solução para você.

Buscar ajuda especializada não só é uma forma de “deixar na mão de quem sabe”, mas também pode ser a melhor forma de focar sua equipe totalmente para a inovação nas estratégias de negócio.

E para se manter competitivo no mercado em um futuro próximo, esse foco será fundamental. A migração para nuvem é a melhor solução hoje para alcançar esse objetivo, pois traz agilidade, redução de custos e produtividade que permitem a qualquer empresa buscar o sucesso.

Quer saber mais sobre as soluções da Locaweb Corp? Acesse nosso site!.