5 técnicas de negociação para utilizar com os seus fornecedores

em Tendências.

Trabalhar com fornecedores exige muito diálogo para que as melhores condições sejam alcançadas. No entanto, nem sempre o outro lado está disposto a flexibilizar as condições, o que exige o domínio de técnicas de negociação eficientes. É preciso saber como conduzir reuniões, para que elas tenham resultados favoráveis.

Paciência, conhecimento e visão são algumas das qualificações que um bom negociador deve ter. Qualquer pessoa que ocupe posições que exijam contato com fornecedores, deve estar pronta para fechar contratos benéficos à empresa que representa.

Neste post, entenda melhor como uma negociação com fornecedores deve ser conduzida! Conheça as 5 principais técnicas e o que elas proporcionam!

1. Domine os três pilares da negociação

Toda negociação passa por estágios básicos, o que exige conhecimentos em comum para qualquer gestor que trabalhe com fornecedores. Ter o domínio dessas qualidades é o primeiro passo para bons negócios. O processo de convencimento é composto por 3 pilares: conhecimento, tempo e poder.

Conhecimento

Antes de entrar em uma negociação é fundamental ter amplo conhecimento acerca de todos os aspectos que a envolvem. É importante saber sobre o fornecedor, sobre o serviço que se busca, sobre a média de preços e o que mais for necessário. Isso coloca o negociador em posição de vantagem no cenário.

Esse nível maior de entendimento da situação ajuda a desenvolver argumentos eficazes diante do fornecedor. Se há o entendimento de todos os detalhes, as chances de conduzir a negociação de maneira favorável aumentam muito.

Tempo

tempo é um fator de muito impacto no modo de negociação. Primeiramente, é fundamental controlar o prolongamento das conversas. A necessidade de estabelecer o fornecimento em tempo hábil é importante. Além disso, a tomada de decisões também depende da percepção do tempo certo para cada uma.

Quem negocia precisa saber a hora certa de agir, e isso é detectado observando o comportamento do fornecedor. Somente assim haverá a percepção correta do momento de fazer uma proposta, recuar ou avançar nas conversas.

Poder

Ambos os lados têm o poder nessa relação, porém, é importante não esquecer que o cliente é quem pagará pelos serviços. Isso tem valor, mas não pode ser transformado em arrogância ou soberba. Aliar conhecimento e poder é fundamental para negociar da forma certa.

Com a postura certa, exerça sua posição na negociação, transmitindo segurança e certeza sobre o que necessita. Isso gera um impacto positivo na situação.

2. Deixe claro que tem outras opções

Nessa relação cliente/fornecedor, mantenha sempre um tom amistoso nas conversas, mas deixe claro que também trabalha com outras alternativas.

Leve sempre às reuniões condições de outros fornecedores, como orçamentos, formas de pagamento e outras informações, isso ajuda a flexibilizar a negociação. É provável, inclusive, que o fornecedor queira oferecer a melhor condição para fechar um contrato.

3. Negocie melhores condições se for possível

Uma das técnicas de negociação mais importantes é a manutenção de uma postura mais analítica, sem se mostrar propenso a fechar negócio rapidamente. Ainda que a oferta seja realmente boa logo nos primeiros contatos, é importante mostrar que você está sempre em busca das melhores condições possíveis.

Essa atitude terá um impacto significativo a curto e longo prazo. Primeiramente, continuar negociando pode render algumas melhorias, como a redução do preço, melhores formas de pagamento ou, até mesmo, outras vantagens. Quanto mais delas puderem ser aproveitadas, melhor.

Há também a preocupação com a subida de preço no futuro. Adotar uma postura mais conservadora pode garantir que os valores não mudem tanto a longo prazo, assegurando uma gestão financeira eficaz. O fornecedor opta por não aumentar para ter a extensão do contrato por um período maior.

4. Mostre que poderá gerar bons negócios no futuro

O fornecedor também precisa ver condições interessantes para fechar negócio em bons valores com seus clientes. Se os dois lados saem ganhando, a relação é vantajosa e tende a durar bastante tempo. O papel de quem negocia também deve ser mostrar ao fornecedor os frutos que ele pode colher a longo prazo.

Uma das melhores técnicas de negociação a serem usadas é mostrar os ganhos de fechar um contrato com custos menores. Os resultados para a empresa devem ser mostrados, com o direcionamento para afirmar que a tendência é que a parceria seja de sucesso.

Para fechar negócio, uma boa opção pode ser mostrar um plano de crescimento que a empresa tem para se desenvolver com a ajuda do que o fornecedor tem a oferecer. Com base nisso, acordos de continuidade do contrato podem ser fechados, o que representa um cliente certo para o outro lado da negociação.

5. Comece a reunião sabendo qual é o seu orçamento

Negociar pode levar tempo, mas isso não deve ser um fator de distração. Desde o primeiro momento é preciso estar certo de quanto há disponível para custear o serviço. Isso garante uma negociação favorável e segura, de modo que os valores atingidos sejam sempre abaixo ou iguais ao máximo do orçamento.

Ter domínio de cada uma dessas técnicas de negociação é fundamental para conseguir melhores valores em cada um dos contratos. Isso garante que esses acordos sejam sustentáveis em curto, médio e longo prazo.

Algumas dessas técnicas são usadas na sua empresa? Conhece alguma outra estratégia que também é eficaz? Diga nos comentários!