Por que o desenvolvimento de aplicações tem se tornado cada vez mais um desafio para TI, e o que fazer para enfrentá-lo

em Soluções.

De acordo com o estudo anual da Consultoria IDC Predictions, o mercado brasileiro de TI deverá experimentar um crescimento de 5,8% no ano de 2018, sendo o mercado corporativo um dos principais responsáveis por alavancar esse número, com um crescimento de 30% nas vendas de dispositivos eletrônicos. Esses dados não são aleatórios, eles refletem uma tendência para os próximos anos.

O mercado de TI

Atualmente, o mercado de profissionais de TI tem crescido substancialmente, devido ao elevado número de projetos de desenvolvimento de sistemas nas empresas, que estão passando por um momento de amadurecimento e engajamento maior em relação às novas tecnologias, e estão mais preparadas para a já tão comentada transformação digital.

Porém, ainda existe um grande abismo entre empresas já estabelecidas nesse meio e empresas que estão se adaptando.

Conforme cresce a demanda por novas tecnologias mais modernas, o número de barreiras encontradas pelas mesmas para obter um maior desempenho e produtividade também aumenta, dificultando o trabalho do departamento de TI, que muitas vezes possui necessidades específicas para cada projeto. Abaixo listamos alguns dos principais desafios que as equipes têm enfrentado, muito provavelmente você deverá se identificar com algum(s) deles:

Gastos com infraestrutura

Os custos são maiores para uma empresa na medida que a equipe de TI necessita desenvolver cada vez mais projetos.

Para sistemas mais complexos, o trabalho de uma equipe de TI contínua se faz mais necessário ainda, pois o tempo para implementação será bem maior, sem contar na manutenção e no suporte, que comumente já precisam estar disponíveis no regime 24/7, permitindo ao serviço ter uma alta disponibilidade e evitar o máximo possível problemas de configuração, de hardware e de software, que inevitavelmente um dia aparecerão.

Por esse motivo, para diminuir cada vez mais os riscos com interrupções no sistema, o investimento em servidores, redes de armazenamento, softwares e serviços de controle estão cada vez mais presentes nas pautas dos gestores de TI e diretores.

Mão de obra qualificada

Como já mencionado, o mercado de profissionais de TI está mais aquecido do que nunca devido ao aumento da demanda relacionada à tecnologia, porém, a agilidade na evolução dos meios tecnológicos e a alta concorrência fazem com que a busca pelo profissional ideal fique mais escassa, obrigando as empresas a trabalharem com número reduzido de profissionais.

Organização departamental

A organização do departamento também é um importante desafio a ser enfrentado. Se a organização não for efetiva, é comum que ocorram retrabalhos no projeto e não podemos nos esquecer que nesse caso, estamos falando de desenvolvimento de software e aplicações, um trabalho que exige tempo para realização de diversos testes. Alguns dos principais problemas organizacionais:

– Descentralização de tarefas

– Ausência de um projeto melhor definido (por exemplo, não ter um product owner, aquele que será o “dono” do projeto)

– Ausência de planejamento

– Ausência de inspeção e controle de qualidade

– Atividades incompletas ou mal realizadas

– Ausência de metodologias e processos alinhados entre as equipes

Problemas de utilização do produto/aplicação

Talvez essa seja o momento em que se exige uma maior carga de esforço por parte de uma equipe de TI, pois necessita que ela esteja mais integrada e mais dedicada em entregar o produto que está sendo desenvolvido, e não é por menos, já que é aqui que aparecerão os diferenciais do mesmo.

A usabilidade e praticidade no uso precisam ser satisfatórios para o cliente, ou seja, ele precisa enxergar que o produto é fácil de ser utilizado e tem uma comunicação simples de ser entendida.

Caso ele não consiga ter essa percepção, fatalmente ele mudará para um concorrente.

Como os desafios podem ser superados?

Para que os problemas sejam corrigidos, é necessário que as equipes estejam cientes de que o engajamento e a organização são cruciais para o desenvolvimento dos trabalhos, permitindo que eles sejam finalizados com sucesso.

No geral, é fundamental que a preocupação esteja direcionada para a experiência do usuário, portanto, os processos devem ser mais efetivos entre o time de desenvolvedores.

Para que isso seja possível, não podemos nos esquecer de que a realização de treinamentos para capacitar os membros da equipe é fundamental para que saibam executar as atividades de forma satisfatória. No caso de desenvolvimento de software, a aprendizagem vai compreender tanto linguagens de programação, quanto plataformas de desenvolvimento.

A necessidade de atualizações tecnológicas constantes permite que os trabalhos sejam realizados de forma mais assertiva, por isso, é essencial também que a empresa busque tecnologias capazes de oferecerem mais produtividade para as equipes, com o objetivo de otimizar gastos e gerenciar melhor o tempo de implementação dos projetos.

Uma boa dica, é a utilização da plataforma OpenShift. Ganhando cada vez mais confiança e preferência na comunidade DevOps, essa plataforma em código aberto pode agilizar de maneira significativa o trabalho da sua equipe de desenvolvimento, reduzindo muito o investimento em infraestrutura e melhorando a integração entre múltiplos times de TI. A grande vantagem de uma plataforma como essa é a possibilidade de ter um ambiente de desenvolvimento, homologação e produção sem a necessidade de incluir uma carga gigantesca de tarefas ao gerenciamento de TI. Nós já falamos sobre o OpenShift nesse artigo do nosso blog, portanto, vale a pena conferir o quanto ele pode auxiliar na sua infraestrutura de TI, trazendo um impacto positivo para os processos internos.

Quer saber mais sobre as soluções da Locaweb Corp? Acesse nosso site!