OpenShift: a solução inteligente para automatizar deploys de aplicações

em Soluções.

O Red Hat® OpenShift é uma plataforma de aplicativos em containers que integra nativamente as tecnologias Docker e Kubernetes. Por meio dela, gerentes de TI e desenvolvedores podem acelerar a produção, correção e entrega de um software de maneira contínua, permitindo diminuir a lacuna entre as necessidades de negócio e o tempo de desenvolvimento de uma aplicação.

Na sua versão 3.5, a solução possui funções que auxiliam engenheiros de software a criarem aplicativos inteligentes, prestar o suporte adequado aos seus usuários e manter um ciclo de desenvolvimento eficiente e seguro. Além disso, o Red Hat OpenShift pode ser integrado a vários ambientes, o que torna a sua adoção mais ágil e simples.

Ficou curioso e quer saber mais sobre o Red Hat OpenShift? Então veja a nossa lista abaixo com os principais benefícios dessa ferramenta!

Economia de tempo

Estamos em uma época na qual empresas são pressionadas pelo mercado a responderem rapidamente às mudanças na economia e nos desejos de seus clientes. Justamente por isso é tão importante ter soluções que agilizem a rotina dos profissionais de TI.

Feito com tecnologia Open Source

Feito com tecnologias Open Source, o Red Hat OpenShift auxilia as empresas a terem um ciclo de desenvolvimento mais ágil e preciso. Com funções que auxiliam o negócio a ter uma rotina mais automatizada, engenheiros de software conseguem padronizar atividades com o auxílio de scripts e, dessa forma, entregar funções em prazos menores.

Com o Red Hat OpenShift, a sua empresa terá acesso a uma plataforma completa, feita a partir de uma filosofia mais transparente e simples. Além disso, a Red Hat possui como compromisso a entrega de um produto seguro, estável e de alto desempenho.

Maior compatibilidade

O Red Hat OpenShift foi construído com base no Docker. Isso dá aos aplicativos criados a partir do OpenShift uma compatibilidade maior com diferentes sistemas operacionais. Tudo isso é feito de forma simples: basta que o sistema tenha siso desenvolvido com suporte ao Docker para que o software seja executado com o máximo de performance.

Funcionalidades feitas para diferentes perfis de usuários

O Red Hat OpenShift foi criado a partir de tecnologias como Docker e o Kubernetes. Aliado ao suporte a diferentes linguagens de programação, frameworks e soluções de banco de dados, o OpenShift é visto pelo mercado como uma solução versátil, que atenderá a desenvolvedores em qualquer tipo de projeto, seja ele o de um jogo ou mesmo de uma aplicação empresarial.

A flexibilidade pode ser vista no desenvolvimento das aplicações. Engenheiros de software podem trabalhar tanto em um console web, por meio de Interfaces de Linha de Comando (CLI) ou mesmo em um Ambiente de Desenvolvimento Integrado (IDE). Com uma ferramenta que é integrada mais facilmente ao seu dia a dia, o engenheiro de software ganha produtividade e capacidade de efetuar um trabalho de maior qualidade.

Escalabilidade

Durante o ciclo de vida de um sistema, a performance que as ferramentas apresentarão é um fator crucial para que o negócio consiga manter uma solução que atenda aos padrões do mercado e às necessidades de consumidores. Com o uso do OpenShift, a empresa pode habilitar as suas aplicações para otimizar o uso dos recursos, sendo capaz de atender com maior agilidade a qualquer mudança em tráfego ou número de requisições enviadas por cada usuário.

Com o Red Hat OpenShift, a empresa manterá soluções fáceis de serem escaladas. A cada momento em que os mecanismos de gestão do OpenShift detectarem uma sobrecarga, a infraestrutura digital disponível para uso será expandida automaticamente. Assim a empresa dará aos seus usuários sempre a melhor performance possível.

Instalação flexível

O Red Hat OpenShift pode ser executado em diferentes tipos de infraestrutura, sejam elas locais ou baseadas em ambientes de cloud computing. A empresa poderá definir como o serviço será instalado, configurado e gerenciado de acordo com a sua necessidade.

Como consequência, seja em uma infraestrutura física, de computação na nuvem (pública, híbrida ou privada), o Red Hat OpenShift terá o máximo de performance possível. Se a sua empresa busca uma forma mais flexível e ágil para criar e gerenciar o ciclo de vida de sistemas, o OpenShift é a solução ideal.

Desenvolvimento e distribuição de software ágil

Com o Red Hat OpenShift, a empresa poderá adotar um fluxo de desenvolvimento de software mais flexível e integrado com outras soluções de TI. Todas as etapas dos processos de criação, teste e deploy de sistemas, por exemplo, podem ser simplificadas com o OpenShift.

Mas se a companhia possuir soluções próprias para alguma dessas etapas, isso não será um problema. O Red Hat OpenShift pode ser integrado facilmente com outras ferramentas, dando a liberdade para que engenheiros de software criem um ciclo de desenvolvimento adequado às suas necessidades e o seu perfil profissional.

Melhor gerenciamento de soluções de TI

Com a sua aplicação sendo executada no Red Hat OpenShift, a empresa conseguirá monitorar, rastrear bugs e otimizar a performance em tempo real.Isso garante que todos terão acesso a ferramentas com alta performance e disponibilidade.

Grande segurança para desenvolvedores e usuários

Ter processos seguros de desenvolvimento de software é crucial. A privacidade e a segurança digital tornaram-se uma preocupação de diferentes perfis de usuário e, diante disso, empresas devem se adaptar para conseguir criar soluções eficazes e com um número baixo de brechas de segurança.

Com o Red Hat OpenShift, a empresa terá uma plataforma na qual a implementação das melhores práticas do mercado é feita de forma simples. É possível controlar todos os aspectos do código-fonte, eliminando possíveis vulnerabilidades, otimizando a sua estrutura e, assim, distribuindo aos usuários uma solução que alie performance de ponta com alta confiabilidade.

Quer saber mais sobre as soluções da Locaweb Corp? Acesse nosso site!.