Data center local ou virtual: veja quando usar cada um deles!

em Soluções.

transformação digital vem apresentando uma série de desafios e benefícios para o gestor de Tecnologia da Informação (TI), mas acompanhar a grande velocidade das mudanças não é só uma necessidade — é uma regra. Por isso, é preciso estar atento aos desafios da otimização de tarefas, com foco na redução dos custos e aumento na qualidade das entregas. É aí que entra a importância de um data center (DC).

Os DCs são uma estrutura, física ou virtual, que abrigam componentes e equipamentos responsáveis pelo armazenamento de dados de uma empresa. Sua importância é indiscutível. Mas qual modelo escolher?

Explicaremos, neste post, quais as principais diferenças entre o data center local e o data center virtual, para que você consiga decidir qual a melhor opção para o seu negócio.

Data center local x virtual: quais as diferenças?

Existem dois modelos de centro de dados que podem ser utilizados pelas empresas, o data center local e o data center virtual. Apesar de serem similares no conceito a na função principal — que é garantir que os equipamentos dessa empresa tenham desempenho satisfatório — são bastante diferentes. Confira.

Data center local

O data center local é aquele no qual a empresa conta com uma estrutura física, interna, que abriga todos os equipamentos de sua solução de TI. São roteadores, switches, sistemas de seguranças, cabeamento, racks etc, que demandam, além de um espaço para tal, uma equipe especializada capaz de gerenciar todas as funcionalidades. Nesse caso a empresa precisa investir também em softwares e hardwares.

Os pontos positivos do data center local são:

  • centralização dos dados;
  • acesso contínuo, independente da conexão web;
  • controle interno de recursos.

Os pontos negativos são:

  • maior custo para manutenção e investimento;
  • possibilidade de perda de dados;
  • menor escalabilidade.

De forma geral, o data center local é um modelo que permite o controle interno dos recursos. Por isso, é uma solução altamente necessária para empresas que respondem à rígidos protocolos de segurança de dados, e precisam seguir regras externas.

Além disso, ao manter o sistema nervoso da organização centralizado, o bom funcionamento dos serviços deixa de ser tão dependente da conexão à internet. Com isso, caso a empresa enfrente problemas desse tipo, o negócio não é afetado.

No entanto, como citado anteriormente, o custo para um data center local é alto, assim como a necessidade de um ambiente todo preparado para abrigar máquinas poderosas, os servidores, por exemplo. Nesse mesmo sentido, a empresa passa a contar com gastos fixos, outros inesperados, ligados à manutenção e atualização dos equipamentos.

Vale dizer, ainda, que o data center local é de certa forma rígido. Não é simples mudar um projeto concluído, seja para aumentar a estrutura, ou diminuir. Por isso o espaço disponível e as reais necessidades do negócio devem estar extremamente alinhados, para evitar dificuldades — seja pelo exagero ou falta de recursos para gestão de dados.

Data center virtual

Enquanto o data center local fica dentro da empresa, o data center virtual é aquele que utiliza a internet como meio para armazenamento e gerenciamento dos dados. Nesse modelo, o serviço é terceirizado com um fornecedor.

Os pontos positivos do data center virtual são:

  • escalável e customizável;
  • manutenção por parte do fornecedor;
  • otimização de recursos de TI;
  • atualização constante das ferramentas.

Os pontos negativos são:

  • baixo controle interno dos dados;
  • dependência da conexão de internet.

​O data center virtual conta com um cloud server, ou seja, um servidor em nuvem que possibilita o melhor gerenciamento da disponibilidade de recursos. Isso se chama escalabilidade! Com alguns cliques é possível customizar a contratação de recursos, assim como gerenciar as formas de armazenamento dos dados.

Também é importante lembrar que com um data center virtual os custos com manutenção, reparos ou atualizações do DC são exclusivos da empresa contratada, o que é uma solução importante para aqueles que não querem ser surpreendidos com despesas extra, não programadas. A utilização do data center virtual entrega uma manutenção garantida, constante e suporte técnico especializado.

Além disso, quando falamos sobre o data center local, citamos a questão do investimento que é realizado para a construção de uma estrutura de armazenamento de dados. No caso da solução virtual é cobrado um valor apenas pelos recursos utilizados, ou seja, é flexível e customizável de acordo com as necessidades da empresa, naquele momento.

Mas é inegável que as informações — e muitas vezes dados muito importantes — ficam armazenadas fora do perímetro da empresa. Isso pode preocupar os gestores de TI. Ainda assim, existem uma série de recursos e sistemas de segurança pensados para garantir que as informações tenham sua confiabilidade preservada.

Como escolher entre data center local e virtual?

Até agora mostramos as principais diferenças entre o DC local e o virtual. Mas para que a decisão seja realizada de forma precisa, é importante que o gestor de TI avalie os benefícios de cada solução, assim como suas desvantagens, para descobrir qual vai atender melhor às necessidades da empresa. Lembrando que tanto o data center local, quanto o data center virtual, podem beneficiar os negócios de uma companhia. Além disso, lembre-se de avaliar quais as normas e regulamentações previstas para o segmento de atuação dessa empresa.

Já ficou claro que o centro de dados é uma das partes mais importantes de um negócio. Seu bom funcionamento garante estabilidade para o desenvolvimento das tarefas internas, tranquilidade na questão das informações, assim como mantém a produtividade do negócio.

Importante lembrar que as funcionalidades em nuvem, como utilizadas em data centers virtuais, devem substituir os formatos tradicionais nos próximos anos. Em pesquisa realizada pela Cisco, é apontado que até 2021 a os DC em nuvem serão 95% do volume total. Por isso, agora que você já entende mais sobre data center local e virtual, conheça também o Openstack da Locaweb Corp.