As melhores estratégias para recuperação de desastre

em Soluções.

Ter um plano de recuperação de desastre é vital para as organizações que queiram aumentar a segurança e integridade de seus dados e operações. No mundo globalizado, as empresas estão cada vez mais dependentes de seus sistemas tecnológicos e comunicacionais, os quais se interligam num intricado emaranhado de processos e troca de informações, tanto internamente quanto externamente.

Dessa forma, um pequeno problema de hardware ou software pode pôr a perder meses de trabalho, ocasionar prejuízos e até afetar relacionamentos com parceiros e consumidores.

Vale ressaltar que esses transtornos podem ocorrer por diversos motivos, como desastres naturais, ataques de vírus e crackers, quedas de energia, falhas de infraestrutura (conectividade, incompatibilidade etc.) ou até por erros humanos. O que, de certa forma, torna urgente a existência de medidas e soluções para prevenir, resolver ou recuperar dados perdidos nesses eventos.

O que é recuperação de desastre?

Recuperação de desastre é o processo pelo qual a empresa busca restaurar suas aplicações e sistemas críticos após um desastre.

Os níveis de criticidade são expressos levando-se em consideração os tempos de tolerância de interrupção das atividades sem que incorram em prejuízos importantes para a empresa, e os custos decorrentes depois de ultrapassados esses períodos. Envolve também a criação de documentação formal de recuperação de ativos.

O “desastre” mencionado pode ser algo grande, como falha nos softwares gerenciais, queda de servidores ou até vazamento de um grande número de informações devido a ataques cibernéticos, vide o caso Sony Pictures em 2014. Ou ainda algo de menor expressão, como páginas indisponíveis no site corporativo em decorrência de um grande volume de tráfego ou computadores desligados por conta de uma pane elétrica.

Um dos erros na gestão de TI é justamente não ter um plano de continuidade dos negócios, ou tê-lo sem processos e soluções estruturados para a recuperação de desastre, visando lidar com esses imprevistos depois de terem ocorrido. Ou seja, é essencial ter um plano de recuperação de desastres para contornar esses problemas, o qual deve definir estratégias de replicação, tais como:

Replicação via software

Um software específico de replicação de dados é empregado para realizar a duplicação de dados entre servidores, movimentando-os nos bancos e integrando conteúdos heterogêneos. Ou seja, copia de um servidor fonte para o servidor de backup, e permite gerenciar tal processo por meio de uma interface.

Replicação via storage

Nesse caso, utiliza-se um ou mais storages, hardwares que possuem slots para vários discos, ligados aos servidores. Eles são peças bastante redundantes, armazenando os dados e informações da organização com segurança.

Replicação via banco de dados

Aqui pode ser utilizado, além da replicação, o espelhamento do banco de dados para aperfeiçoar a disponibilidade ao banco de dados de publicação. Esse processo inclui duas cópias de um único banco que, geralmente, ficam em máquinas diferentes. Em certo momento, somente uma cópia fica disponível aos clientes, a do banco de dados principal. As atualizações realizadas pelos clientes são sobrepostas à outra cópia, a do banco de dados espelho. O processo de espelhamento inclui a aplicação do log de transações de cada inserção ou exclusão realizada no banco de dados primário até o banco de dados espelho, inclusive atualizações.

O que é preciso constar no plano de recuperação de desastre?

Existem alguns pontos a avaliar para um bom plano de recuperação de desastre, como o estabelecimento de prioridades, responsabilidades e as soluções de recuperação em si.

Primeiro, ele deve ser feito com foco nos aspectos principais do negócio, aquelas operações e atividades cruciais para o correto funcionamento dos processos organizacionais. Ou seja, ele deve estabelecer prioridades que tenham como alvo o core business e as atividades, sistemas e rotinas que dão suporte a ele.

Também deve ser produzido com o apoio e integração de diferentes setores e funcionários, para que os principais processos de cada área possam ser melhor entendidos pela equipe de TI, a qual ficará responsável por delimitar os pontos cruciais do plano.

Dessa forma, também será possível definir responsabilidades e funções para aqueles colaboradores que ficarão a cargo de relatar quando incidentes críticos ocorrerem e, assim, dar início aos procedimentos de recuperação de dados. Além, é claro, de atuarem de forma presente para a resolução dos problemas junto ao setor de TI.

É preciso também que o plano de recuperação de desastre delimite canais de comunicação e de localização para avisar todos os envolvidos/afetados pelos problemas. Assim, eles poderão se preparar para ajudar a corrigi-los ou para proteger suas atividades de novos erros.

A importância da implantação do plano de recuperação de desastre

A implantação do plano de recuperação de desastre garante a continuidade da operação e o aumento da disponibilidade do negócio, evitando inclusive prejuízos para os clientes. Determinados negócios, como mídias e redes sociais, possuem muitas informações de usuários, os quais podem ser seriamente comprometidos caso elas vazem, fiquem indisponíveis ou sejam perdidas.

Vale destacar que o plano de recuperação de desastre faz parte de um plano maior, o de continuidade dos negócios, que também inclui o plano de contingências operacionais. Esse se refere ao estabelecimento de alternativas de trabalho para continuar com processos e procedimentos enquanto os meios principais estão inoperantes ou sendo recuperados.

Ele envolve, por exemplo, a adoção de formulários físicos (papéis) para continuar a realização de cadastros ou aplicação de pesquisas, o uso de equipamentos analógicos em substituição aos digitais, entre outros.

Todo gestor que queira garantir a segurança dos dados e operações da empresa deve estar atento às principais soluções tecnológicas do mercado, aquelas que permitam um processo de recuperação de desastre efetivo, rápido e, se possível, simplificado. Desse modo, a empresa poderá minimizar custos e prejuízos decorrentes desse tipo de situação.

Quer saber mais sobre as soluções da Locaweb Corp? Acesse nosso site!