6 dicas para o bom funcionamento de um data center

em Soluções.

O data center é considerado por várias empresas uma das partes da infraestrutura de TI mais importantes para o sucesso do negócio. Nele, registros de alto valor são armazenados, bancos de dados tornam-se mais eficazes e sistemas de gestão podem ser acessados com agilidade e segurança. Mas, para que um conjunto de servidores possa ser integrado aos processos internos do negócio, é importante que a empresa mantenha uma boa política de gestão.

Se você quer saber como manter o seu data center funcional com as melhores práticas de gestão de TI,  veja o nosso post de hoje com as 7 melhores estratégias!

1. Tenha um bom sistema de refrigeração

Todo especialista em tecnologia sabe que a temperatura de um dispositivo possui uma grande influência na sua performance. Quando computadores trabalham em temperaturas acima das recomendadas, o seu desempenho cai. Em um servidor, uma máquina que precisa da melhor performance possível a todo momento, isso pode ter um grande impacto na experiência de usuários.

Para garantir que as máquinas funcionem da melhor forma possível, o gestor de TI deve criar um bom sistema de refrigeração. Esse trabalho deve começar pela organização interna das máquinas.

A montagem de racks e peças na placa-mãe, por exemplo, deve ser feita de tal forma que o ar possa circular da maneira mais eficiente possível. Caso o orçamento do negócio permita, o gestor também pode investir em sistemas de refrigeração a água para os servidores. Eles possuem uma capacidade maior de manter processadores frios.

O posicionamento de cada servidor também é importante. A empresa deve alinhar tais máquinas com o fluxo de ar criado pelo sistema de refrigeração. Assim, o ar quente é dissipado com mais velocidade.

Por fim, a empresa pode investir em termostatos. Eles avaliam a temperatura de todo o ambiente e direcionam o ar frio conforme for necessário, reduzindo o custo com energia da empresa.

2. Crie uma política de manutenção preventiva de equipamentos

A manutenção preventiva garante que o data center terá um custo de manutenção (também chamado de TCO — Total Cost of Ownership) reduzido. Mantendo sistemas atualizados e as configurações de dispositivos de rede alinhadas com o seu perfil de uso, o negócio pode melhorar a performance do data center e garantir que o seu consumo de energia, por exemplo, será reduzido.

Nesse cenário, até mesmo a limpeza de equipamentos pode entrar na política de manutenção. Essa medida simples impede que a poeira se acumule em máquinas e torne a sua refrigeração menos eficaz.

3. Utilize no-breaks

O data center deve ter um nível de disponibilidade elevado. Para que esse objetivo seja atingido, uma série de medidas podem ser adotadas. Entre as que garantem que os dispositivos se manterão ativos mesmo durante quedas de energia, está o uso de no-breaks.

O no-break é um equipamento que, além de regular a tensão elétrica, possui um conjunto de baterias para manter ativos os equipamentos conectados a ele mesmo após uma queda de energia. Assim, as atividades da máquina podem ser continuadas ou encerradas em segurança, evitando perda de dados.

Nesse sentido, a aquisição de no-breaks deve ser vista como um investimento estratégico. Ela garante que a empresa manterá as suas operações eficientes mesmo quando ocorrerem problema no sistema elétrico local.

4. Adote um sistema anti-incêndio

Além de quedas na energia, um dos piores problemas que podem ocorrer a um data center é um incêndio. Esse é um tipo de ocorrência de alto impacto que, se mal gerenciada, causa um grande prejuízo para a empresa. Diante disso, a adoção de um sistema anti-incêndio deve ser prioridade durante a criação de um data center corporativo.

Sistemas de detecção de fumaça podem ser espalhados por toda a área em que os servidores se encontram. Eles devem estar atrelados a equipamentos que emitam produtos capazes de encerrar incêndios em redes elétricas sem colocar a segurança de terceiros em risco.

Além disso, a empresa deve garantir que sejam desligados rapidamente todos os dispositivos que são afetados por um incêndio, direta ou indiretamente. Isso diminui as chances de ocorrer um curto circuito, espalhando os danos para máquinas que não tenham sido atingidas pelo fogo.

5. Implemente uma conexão de alta velocidade

A conexão de rede é fundamental para que o data center possa ser utilizado com o máximo de performance. A sua capacidade vai delimitar como usuários acessam serviços executados no servidor e transferem informações relevantes para a sua rotina. Portanto, é importante que os padrões de acesso disponíveis sejam os mais adequados ao perfil do data center.

Independentemente da topologia utilizada e da capacidade de banda disponível, o gestor de TI deve investir na otimização dos equipamentos. Como mostraremos adiante, isso garante que toda a infraestrutura sempre terá a melhor performance possível.

Tecnologias como a fibra óptica também podem ser adotadas. Elas aumentam a capacidade de transmitir dados dos servidores, melhoram a experiência de uso dos dispositivos e reduzem custos em médio e longo prazo. Assim, a empresa pode manter um data center competitivo e com alta capacidade de se adequar às demandas de seus usuários.

6. Crie uma política de acesso físico e virtual abrangente

Uma das premissas de um data center é trabalhar com uma grande quantidade de informações. Justamente por isso, é crucial que a empresa tenha uma sólida política de segurança e privacidade. Ela deve ser abrangente e capaz de manter os dados de clientes, parceiros comerciais e operações internas protegidos contra tentativas de acesso não autorizado.

Controles físicos podem ser utilizados para diminuir as chances de uma pessoa acessar o local do data center sem autorização. Eles podem incluir a utilização de crachás com etiquetas RFID, uso de senhas e até mesmo autenticação por digitais.

Virtualmente, as senhas para a autenticação de usuários devem possuir um alto nível de complexidade. Essa ferramenta de segurança deve ser adotada em todos os sistemas compatíveis com métodos de autenticação de dois passos.

Os privilégios de acesso devem ser reduzidos ao máximo. Todo usuário deve visualizar apenas conteúdos estritamente necessários para a sua rotina de trabalho. Isso é importante pois, caso uma conta seja comprometida, os impactos das ações do invasor serão reduzidos.

Todas essas medidas se integram às estratégias relacionadas à segurança da informação para garantir que o data center tenha capacidade de manter-se com uma infraestrutura eficiente e confiável. Dados serão mantidos em ambientes protegidos e robustos. Saiba como isso pode ser feito no nosso post com as melhores dicas para manter seu data center seguro e eficiente.

Quer saber mais sobre as soluções da Locaweb Corp? Acesse nosso site!